Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Publicado em 20 de Julho de 2012 às 15:39 em Tiróide | 0 comentários

Tiróide – Generalidades

Tiróide – Generalidades

 

O que é a tiróide?

A tiróide é uma glândula de secreção endócrina, isto é, produz hormonas que são libertadas para a circulação sanguínea – as hormonas tiroideias, T3 e T4. Estas são substâncias químicas que são fundamentais para o normal funcionamento das células do nosso organismo.

Localiza-se na base do pescoço, por cima da traqueia (logo abaixo da maçã de Adão nos homens). Tem a forma de uma borboleta, sendo constituída por dois lobos unidos por uma porção central – istmo.

O que faz o tiróide?

A tiróide produz e liberta para a circulação sanguínea duas hormonas: a triiodotironina (T3) e a tetraiodotironina (tiroxina ou T4). A T3 é a forma activa da hormona formada principalmente a partir da conversão da T4 nos tecidos periféricos do organismo.

Para que servem as hormonas tiroideias?

As hormonas tiroideias são essenciais à vida e exercem múltiplos efeitos a nível de metabolismo, crescimento e funcionamento do organismo. Através do sangue são transportadas a todas as células do nosso corpo, influenciando o seu metabolismo. Duma forma simples podemos dizer que regulam a velocidade com que as células trabalham. Se há um aumento da produção de hormonas tiroideias como no hipertiroidismo , o nosso organismo está acelerado, por exemplo há um aumento da frequência cardíaca, aumento do funcionamento do intestino. Por outro lado se há uma menor produção de hormonas tiroideias, hipotiroidismo, a frequência cardíaca diminui, o intestino trabalha mais lentamente podendo dar obstipação.

Como é regulada a tiróide?

A actividade da glândula tiróide é controlada por duas hormonas produzidas noutros órgãos:

  • A hipófise – glândula localizada na base do cérebro, que produz a TSH;
  • O hipotálamo – porção do cérebro imediatamente acima da hipófise, que produz a TRH.

A hipófise e o hipotálamo são uma espécie de sensores, sensíveis aos níveis de hormanas tiroideias em circulação. Se os níveis de T3 e T4 em circulação forem baixos o hipotálamo liberta TRH que estimula a libertação de TSH pela hipófise. Os níveis aumentados de TSH, por sua vez, estimulam a tiróide a produzir mais hormona tiroideia, de forma a restabelecer os níveis normais.

Pelo contrário, se os níveis de hormonas tiroideias em circulação excederem os valores normais, o hipótalamo e a hipófise diminuem a libertação de TRH e TSH respectivamente, de forma a que haja menor produção de T3 e T4 pela tiróide.

Como se avalia a actividade da tiróide?

Em primeiro lugar um médico tem uma ideia da actividade da glândula através da história clínica, sintomas e exame físico que o doente apresenta.

Perante a suspeita clínica de alteração da função da tiroide é necessário uma análise laboratorial. É efectuada uma colheita de sangue onde é possível medir os níveis de T3, T4 e TSH.

Como surge uma doença da tiróide?

As doenças tiroideias são muito comuns, sendo mais frequentes nas mulheres que nos homens.

Existem múltiplas doenças da tiróide, sendo as mais comuns:

  • Hipertiroidismo – sempre que há excesso de produção de hormonas tiroideias;
  • Hipotiroidismo – quando há deficiência de produção de hormonas tiroideias;
  • Doenças Autoimunes – são causadas por anticorpos dirigidos contra a glândula tiróide, que podem estimular ou destruir a glândula. São exemplos a Doença de Graves (causa de hipertiroidismo) e a Tiróidite de Hashimoto ( causa frequente de hipotiroidismo);
  • Bócio – quando a tiróide está globalmente aumentada de tamanho;
  • Nódulos – podem ser únicos ou múltiplos.

As doenças da tiroide têm tratamento?

Habitualmente as doenças da tiroide não são complicadas e os seus sintomas podem ser tratados. Há doenças que podem ser tratadas com medicamentos orais e outras que pode ser necessário recorrer a outras formas de tratamento.Pode ler mais detalhes na informação referente a doenças especificas.