Pages Menu
Categories Menu

Publicado em 15 de Dezembro de 2022 às 15:25 em Estudos Tiróide | 0 comentários

Distúrbios ligeiros da tiroide podem causar problemas cardíacos graves

Distúrbios ligeiros da tiroide podem causar problemas cardíacos graves

Parece haver uma relação entre as doenças da tiroide e o coração, confirmada através de um novo estudo realizado por uma equipa liderada por Johannes Dietrich, especialista do Departamento de Medicina do Hospital St Josef, na Alemanha, e publicado na revista científica Frontiers in Cardiovascular Medicine.

“Isto coloca a nossa compreensão sobre a interação entre a glândula da tiroide e o coração numa nova base e pode abrir caminho para cuidados preventivos personalizados”, afirma o investigador.

Hoje, as disfunções da tiroide já são reconhecidas como um fator de risco estabelecido para eventos cardiovasculares de grande impacto. No entanto, esta associação era menos clara quando se tratava de disfunções ligeiras. “Enquanto em alguns estudos, elevações mínimas das hormonas da tiroide ​​previam um risco aumentado de morte súbita cardíaca, noutros não revelavam essa relação”, explica Johannes Dietrich. 

Para tentar esclarecer esta questão foi feita uma revisão sistemática de 32 estudos sobre o tema, onde se descobriu que tanto o hipotiroidismo subclínico como o hipertiroidismo subclínico predizem o risco de mortalidade cardiovascular. 

“Os resultados deste estudo podem abrir caminho para uma estratégia preventiva personalizada para resultados cardíacos”, concluem os autores. “Além disso, a função da tiroide pode servir como um biomarcador para o respetivo mecanismo de origem em doentes com arritmia cardíaca, ajudando a adaptar o regime de medicação otimizado individualmente”, concluem.

Fonte: https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fcvm.2022.942971/full

Publicar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

5 × 5 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.