Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Publicado em 07 de Junho de 2019 às 17:59 em Noticias | 0 comentários

Mitos e factos sobre as disfunções da tiroide

Mitos e factos sobre as disfunções da tiroide

Diagnosticar os distúrbios da tiroide continua a ser muito desafiador, pois os sintomas podem ser vagos e inespecíficos, tais como fadiga, depressão ou ansiedade.  Neste artigo, damos uma ajuda para compreender melhor o comportamento desta glândula endócrina, distinguindo o que é mito e o que é facto.

Mito: Se tiver um distúrbio na tiroide saberei de certeza

Facto: Os sintomas relacionados com a tiroide podem estar presentes em muitas e diferentes condições clínicas. Os mais comuns incluem fadiga (mesmo depois de uma noite inteira de descanso), ansiedade, pele seca, palpitações cardíacas, depressão, entre outros, podendo ser facilmente confundidos com o transtorno disfórico pré-menstrual, a peri-menopausa ou menopausa. Até o facto de ter peso em excesso pode levar ao surgimento de sintomas semelhantes.

Mito: Apenas as mulheres mais velhas podem vir a desenvolver algum distúrbio da tiroide

Facto: As doenças da tiroide podem afetar homens e mulheres em qualquer idade. No entanto, existe evidência de que as mulheres têm uma maior probabilidade de desenvolver distúrbios na tiroide, nomeadamente devido aos níveis mais elevados de estrogénios do que os homens.

Mito: Um caroço ou nódulo na tiroide significa que tenho cancro da tiroide

Facto: Apenas cinco por cento dos nódulos da tiroide são malignos. Os nódulos podem ser também linfáticos ou serem quistos. De qualquer forma, perante qualquer nódulo no pescoço deve ser examinado pelo seu médico para uma avaliação precisa.

Mito: Se eu tiver um problema de tiroide vou desenvolver bócio

Facto: A maioria das pessoas com problemas de tiroide não desenvolve bócio.


Mito: Consumir iodo extra vai melhorar a saúde da minha tiroide

Facto: É verdade que a tiroide precisa de iodo para funcionar de uma forma adequada, mas uma overdose de suplementos de iodo ou ingerir quantidades excessivas de alimentos ricos em iodo pode, ao contrário, agravar a condição.

Mito: Só terei sintomas se os níveis da TSH estiverem fora do intervalo de referência

Facto: Os sintomas podem ocorrer mesmo quando os níveis de TSH são normais e está sob tratamento farmacológico. Acontece que o intervalo de referência inclui o valor mais baixo e o mais alto considerado normal, o que significa que pode estar no limiar de um ou de outro valor.

Também pode acontecer estar em tratamento e no ponto ideal do intervalo de referência considerado normal e, mesmo assim, sentir alguns sintomas.

Mito: A sensibilidade ao glúten pode desencadear distúrbios na tiroide

Facto: Sabe-se que adoença celíaca é comum em pessoas com doenças autoimunes como Hashimoto e Graves. Por esse motivo, se tem uma doença da tiroide e sensibilidade ao glúten faz sentido retirar este ingrediente da sua alimentação. Agora, não pode esperar que isso se faça refletir na melhoria da doença da tiroide.

Mito: Todas as pessoas com problemas de tiroide têm olhos salientes

Facto: Os olhos salientes, também conhecidos como orbitopatia associada à tiroide (TAO), são uma condição frequentemente acompanhada de secura ocular, visão baça ou dupla. A TAO desenvolve-se geralmente como resposta a uma doença autoimune conhecida como Doença de Graves, na qual o sistema imunológico do corpo ataca a glândula tiroide, levando ao desenvolvimento de hipertiroidismo. Os mesmos anti-corpos que atacam a tiroide podem atacar o tecido retro ocular o que origina a exoftalmia, ou seja, olhos salientes. Sabe-se que a probabilidade e a gravidade do TAO são influenciadas pela genética, pelo ambiente, pelo envelhecimento, pelo tabagismo e pelo nível de disfunção tireoidiana. De acordo com uma investigação da Escola de Medicina da Universidade de Kurume, entre 25% e 50% das pessoas com Graves terão uma TAO clinicamente significativa e cerca de 2% das pessoas com doença de Hashimoto, uma causa autoimune de hipotiroidismo, também experimentará a TAO. A maioria dos casos tende a resolver-se após alguns anos.

Mito: Se eu tiver hipotiroidismo não vou conseguir emagrecer

Facto Se a dose terapêutica do seu medicamento for eficaz, o hipotireoidismo não afetará a sua capacidade de perder peso.

Mito: Posso fazer a gestão do hipotiroidismo apenas com uma dieta

Facto: Fazer apenas dieta não vai permitir, por si só, regular os níveis da sua tiroide. Os medicamentos ajudam a que essa produção de hormonas seja normalizada. De qualquer forma, uma alimentação saudável, com muitas vitaminas e minerais, é importante para a sua saúde no geral.

Mito: Devo evitar comer qualquer produto à base de soja.

Facto: A soja afeta a tiroide, mas os amantes de tofu com hipotireoidismo não precisam se abster totalmente dos alimentos à base de soja para manter os níveis de THS saudáveis.

Fontes:

Health.com

National Center for Biotechnology information

Parte inferior do formulário

PremierHealth.com

Thyroid UK

Publicar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

nine − eight =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.