Pages Menu
Categories Menu

Publicado em 22 de Novembro de 2021 às 10:19 em Noticias | 0 comentários

Cinco coisas de que não se pode esquecer se está a tomar medicação para a tiroide

Cinco coisas de que não se pode esquecer se está a tomar medicação para a tiroide

Os distúrbios da tiroide são muito frequentes. Já aqui o dissemos, mas voltamos a reforçar: estima-se que 350 milhões de pessoas em todo o mundo sejam afetadas por este tipo de problemas que ocorrem quando a glândula da tiroide não funciona adequadamente, um milhão dos quais em Portugal. E há coisas que as pessoas que deles sofrem e que estão a fazer medicação não devem esquecer. Deixamos aqui cinco destas.

#1 – Por norma, é a um endocrinologista que a pessoa com distúrbios da tiroide deve ser encaminhada, uma vez que este é o médico especialista em problemas da tiroide e outras doenças endócrinas.

#2  – É importante que as pessoas a quem foi prescrita medicação para tratar os distúrbios da tiroide cumpram a sua toma, ou seja, que tomem os seus comprimidos todos os dias, uma vez que o esquecimento irá afetar os resultados das análises ao sangue e ter impacto na saúde e qualidade de vida.

Uma mensagem muito importante sobretudo porque, segundo um estudo nacional realizado recentemente pela ADTI, nem todos os doentes portugueses cumprem a medicação. Ao todo, 27% reconhecem que se esquecem menos de uma vez por mês dos seus medicamentos, 11% que a falha acontece algumas vezes por mês e 6% que é quase diária.

#3 – Se a toma da medicação tal como foi prescrita pelo médico é essencial para o tratamento da mesma, não menos importante é segui-la até ao fim. O que significa que esta não deve ser interrompida, a menos que seja essa a indicação dada pelo médico.

#4 – Se estiver grávida ou a planear ter um bebé e sofre de distúrbios da tiroide, deve informar o seu médico, pois podem ser necessários ajustes à sua medicação, assim como exames de sangue mais frequentes.

#5 – Alguns medicamentos podem afetar os resultados das análises ao sangue. É, por isso, importante informar o seu médico sobre todos os outros medicamentos que está a tomar, mesmo que sejam de venda livre ou obtidos sem a necessidade de receita médica.

Fonte: https://www.btf-thyroid.org/hyperthyroidism-leaflet

 

Publicar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

18 − six =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.