Pages Menu
Categories Menu

Publicado em 23 de Maio de 2023 às 13:39 em Tiróide | 0 comentários

Conheça o Risco que Escondem os seus Genes

Conheça o Risco que Escondem os seus Genes

Sabia que a genética pode influenciar o seu risco de desenvolver um problema da tiroide? O que significa que se tem alguém na família com um distúrbio da pequena glândula em forma de borboleta, situada na base do pescoço, o seu risco é maior. É para o impacto dos genes que se alerta nesta Semana Internacional da Tiroide, uma iniciativa da Federação Internacional da Tiroide, que decorre entre 25 e 31 de maio, e à qual a Associação das Doenças da Tiroide (ADTI) se associa, este ano com uma ação de rastreio.

É no próximo dia 25 que, na Gare do Oriente, em Lisboa, vai poder avaliar o estado da sua tiroide, através de um rastreio gratuito que pode ser feito entre as 8h30 e as 13h00, num posto móvel ali situado, uma iniciativa da ADTI, com o apoio da Merck.

Acredita-se que a maioria dos distúrbios da tiroide é influenciada pela genética, pelo que é importante conhecer a sua história para poder compreender não só os sintomas que possa estar a sentir hoje, mas para a avaliação de um risco futuro.

E é importante também a manutenção de uma tiroide saudável, cuja saúde tem impacto em todas as fases da vida, desde a infância, adolescência, idade adulta e terceira idade, uma vez que as hormonas que a tiroide é responsável por produzir afetam o crescimento e o desenvolvimento e regulam o metabolismo do corpo.

E, quando falamos de problemas da tiroide, estamos a falar de doenças que afetam muita gente. Contas feitas, estima-se que existam já qualquer coisa como 200 milhões de pessoas em todo o mundo que enfrentam sintomas como a fadiga, fraqueza muscular, problemas de sono, ansiedade, depressão, problemas de visão e problemas no ciclo menstrual, entre muitos outros, associados a doenças que impedem o bom funcionamento da tiroide.

Quanto mais cedo for diagnosticada uma doença da tiroide, mais depressa se pode dar início ao tratamento e devolver a qualidade de vida perdida aos doentes. Para isso, há testes à função da tiroide que podem ser feitos através de uma simples análise ao sangue!

Publicar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

three × 5 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.