Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Publicado em 24 de Fevereiro de 2015 às 11:38 em Sabia que ... | 0 comentários

O Consumo Excessivo de Sal

O Consumo Excessivo de Sal

O consumo excessivo de sal é, atualmente, uma das maiores preocupações no âmbito da Saúde Pública. Este consumo excessivo está na origem de doenças graves como a hipertensão arterial (e consequentemente pelas suas complicações, como por exemplo cerebrais (AVCs) e cardiocirculatórias), o cancro do estômago e as enxaquecas.

A Organização Mundial de Saúde recomenda, para um adulto, que o consumo de sal não ultrapasse os 5 g diários. Alimentos consumidos diariamente como o queijo, manteiga e pão já contêm sal adicionado aquando do seu fabrico, cujo teor deve ser descontado aos 5 g recomendados. Ou seja, esta recomendação refere-se ao consumo total de sal que consta nos alimentos adquiridos e nos alimentos cozinhados em casa.

Se pesarmos 5 g de sal … são apenas umas pedrinhas! Assim, para cumprirmos a quantidade de sal ingerido ao longo do dia, devemos adicionar mesmo pouco sal, ou mesmo nenhum sal, aos cozinhados em casa.

As crianças têm de consumir menor quantidade de sal do que a recomendada para os adultos. Na preparação das refeições de toda a família, a quantidade de sal a usar deve ser ajustada à idade dos mais novos, e não à dos pais!

Para diminuir o consumo excessivo de sal:

  • optar por temperar os cozinhados com especiarias, ervas aromáticas e vegetais;
  • atenção aos rótulos das embalagens – preferir alimentos com teor baixo em sal;
  • evitar produtos processados – optar por cozinhados caseiros;
  • evitar fazer refeições fora de casa; quando se fizer, exigir comida menos salgada.

Publicar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *