Pages Menu
Categories Menu

Publicado em 28 de Agosto de 2020 às 18:30 em Noticias | 0 comentários

Sete sinais de alerta da sua tiroide (sim, ela também fala)!

Sete sinais de alerta da sua tiroide (sim, ela também fala)!

Além do dever de estarmos informados a saúde em geral, é também fundamental que saibamos escutar o que o nosso organismo nos diz. Pode até não conseguir interpretar porque é que ultimamente está tão cansado, mais nervoso ou porque ganhou peso. Contudo, esses podem ser são sinais de que algo não está bem com a sua tiroide. Conheça, neste artigo, sete sinais de alerta desta glândula que é tão pequena, mas tão relevante.

A tireoide é uma pequena glândula responsável por regular todo o nosso metabolismo e fornecer ao nosso corpo a quantidade de energia necessária para realizar as suas funções básicas. Ou seja, é ela quem estabelece, por exemplo, o ritmo dos batimentos do coração, ou a velocidade com que queimamos calorias.

Situada na parte da frente do pescoço, por baixo da laringe, esta glândula secreta dois tipos de hormonas:  A tiroxina (T4) e a triiodotironina (T3), que ajudam o organismo a manter a pressão arterial, o ritmo cardíaco, a tonificação muscular e as funções sexuais, entre outras.

Quando a glândula começa a produzir uma quantidade excessiva de hormonas, dizemos que existe hipertireoidismo. Quando produz uma quantidade insuficiente, estamos perante uma situação de hipotiroidismo.

 

  1. Aumento do volume da tiroide

Um dos sintomas mais visíveis e detetáveis de uma disfunção da tiroide é o surgimento de nódulos que são palpáveis, na região anterior do pescoço. Por vezes, a glândula está de tal forma aumentada que é mesmo visível a olho nu, formando o chamado bócio. Quando isto acontece pode ser sinal de carência de iodo na alimentação ou de hipertiroidismo, que ocorre quando existe uma produção excessiva de hormonas da tiroide.

 

  1. Perda ou aumento de peso sem motivo aparente

Como as hormonas da tiroide são responsáveis pela regulação da atividade do nosso metabolismo, é normal que qualquer alteração se possa refletir no peso. A produção excessiva de hormonas tiroideias aumenta a atividade do metabolismo, podendo levar à perda de peso. Por outro lado, quando a tiroide produz menos hormonas do que o habitual, o metabolismo desacelera, levando ao aumento de peso. Desta forma, se notou alterações no seu peso sem que tenha um motivo aparente, deve consultar o médico para avaliar a sua tiroide.

 

  1. Subida ou descida dos níveis de colesterol

Sabe-se que em situações de hipertiroidismo o metabolismo que regula os lípidos (ou as gorduras no sangue) sofre modificações, resultando numa diminuição do colesterol. Em sentido contrário, o hipotiroidismo leva ao aumento dos níveis de colesterol. Se não fez alterações no seu estilo de vida e alimentação e tem os níveis de colesterol alterados, consulte o médico para verificar a origem destes valores.

 

  1. Ansiedade e nervos à flor da pele

Se ultimamente se sente irritado, ansioso e mesmo prestes a explodir por tudo e por nada, mas sem motivo aparente, saiba que o hipertiroidismo pode ser a causa. A produção excessiva de hormonas da tiroide aumento a atividade do metabolismo do nosso organismo, e o cérebro não é exceção.

 

  1. Taquicardia e tremores nas mãos

Uma glândula que está muito ativa e que produz uma quantidade excessiva de hormonas está associada à sensação de batimento acelerado do coração (palpitações ou taquicardia). Este excesso hormonal provoca igualmente tremores nas mãos. Como há uma produção energética aumentada, os estímulos nervosos tornam-se excessivos.

 

  1. Cor de pele amarelada

Um sinal comum presente nas pessoas que sofrem de hipotiroidismo é a cor amarelada da sua pele. Esse é um fenómeno que acontece devido à diminuição da transformação do caroteno (pigmentos orgânicos presentes em plantas, frutas, vegetais) em vitamina A no sangue, que resulta na elevação dos níveis séricos de caroteno (carotenose).

 

  1. Dores e cãibras musculares

É frequente a produção insuficiente de hormonas (hipotiroidismo) originar dores, cãibras musculares e sensação de formigueiro no corpo. Este é um facto que decorre da insuficiência de hormonas tiroideias nos nervos periféricos e nos músculos.

 

Fontes:

American Thyroid Association

National Health System UK

Cuf

Health.com

WebMD

Publicar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

fifteen − 6 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.